Quintais Culturais | Museu Vivo do São Bento

Museu Vivo do São Bento

As sementes da Agroecologia foram cultivadas, em 2013, no Projeto Gentileza Verde com os Jovens Agentes do Patrimônio. No solo de férteis encontros, as trocas de saberes sobre cultivo orgânico se deram na construção do Jardim Produtivo Experimental no Museu Vivo do São Bento. Neste processo, germinou a primeira semente: a criação de uma horta agroecológica no quintal de um dos jovens, levando saberes e sabores para sua família.

Adubando e fortalecendo a Soberania Alimentar e Nutricional no território, no ano de 2014, o projeto ganha a parceria do Instituto Harpia Harpyia, passando a chamar-se Verdejando Gentileza – Hortas Urbanas, alcançando outros quintais. E novas sementes foram germinando com a produção de hortas agroecológicas – que se utilizam de diferentes tecnologias da agricultura urbana; a implantação de sistemas de captação de água da chuva e intercâmbios de experiências entre as famílias dos Jovens e das Mulheres Artesãs do São Bento e da Vila Rosário.

Em 2015, ainda em parceria com o Instituto Harpia Harpyia, uma nova semente começou a brotar a partir do projeto Quintais Culturais – Cultivando Alimentos, Ervas e Resgatando Histórias. Nesse movimento de continuidade e ampliação – que contou com a participação do jovem Rodolfo como monitor – as famílias foram convidadas a um novo desafio: olhar para seus quintais e pensar como potencializar e beneficiar suas produções, sem se afastar da essência da Agroecologia. Hoje, vários quintais alimentam nossos olhos, pela beleza de suas hortas; nosso paladar, pelo sabor das delícias que podemos saborear em seus alimentos, e nossa esperança, pela alegria da partilha e da comunhão com a natureza.

Ficha Técnica

  • Coordenação: Leu Cruz
  • Local: Museu Vivo do São Bento
  • Horário: ------
  • Público Alvo: Jovens e mulheres da região do Grande São Bento