Projeto Redes de Memória e Resistência | Museu Vivo do São Bento

Museu Vivo do São Bento

Iniciamos em 2014, junto a Rede de Museologia Social do Estado Rio de Janeiro, esforços para o desenvolvimento de um plano de trabalho para fortalecer a Rede e seus integrantes. Esse plano recebeu apoio de emenda parlamentar (mandato do Deputado Federal Chico Alencar, sob o nº14680017), com convênio foi celebrada entre a Associação dos Amigos do Centro de Referência Patrimonial e Histórico de Duque de Caxias – RJ e o Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM, conforme o plano de trabalho aprovado no SICONV – Sistema de Gestão de Convênios, sob o n.º de proposta nº 013200/2016.

Para quem quiser saber mais, está disponível aqui o termo de fomento que rege esse plano de trabalho, que recebe o nome de Redes de Memória e Resistência, que tem por objetivo estruturar e desenvolver dos grupos que integram a Remus-RJ, por meio de pesquisa, formação, registro audiovisual e divulgação de suas ações.

No contexto dessa execução, estão abertas cotações de preço para os seguintes editais e serviços disponíveis aqui:

ATENÇÃO! O recebimento das propostas vai de 28/04/2017 até às 18h de 13/05/2017.